Molinos - Otimização ambiental do transporte
Otimização ambiental do transporte
CUIDADO DO MEIO AMBIENTE

Otimização ambiental do transporte

Otimização ambiental do transporte

A partir de uma análise de ocupação da frota de caminhões entre plantas detectamos uma importante oportunidade de melhoria. A referida análise mostrou uma ocupação média de 25,3 pallets por caminhão, levando em consideração que a ocupação máxima dos caminhões é de 30.

Para abordar esse problema formou-se um grupo multidisciplinar de Melhoria Contínua, o qual teve o objetivo de aumentar a ocupação da frota em 3%, decidindo assim se focalizar nas viagens entre as plantas de Santa Clara, Transferencias e Lucchetti, já que os mesmos representam 71% dos potenciais benefícios. Para cumprir com o objetivo fixado, envolvemos aos principais atores do processo de transporte, entre eles a área de Compras e Customer Service e os fornecedores do transporte.

3,5% foi o aumento atingido na ocupação do transporte.

A otimização das cargas das unidades de transporte entre as principais plantas, gerou uma diminuição das emissões de CO2 de 5,49% respeito do ano anterior e um quociente de kg de CO2 por pallet de 4,16%.

 

Ano

Total emitido (ton CO2e)

Quociente KgCO2e/pallet

2013

10.329

36,1

2014

9.762

34,6

Diferença

-5,49%

-4,16%

 

A redução de 549 ton de CO2 equivale aproximadamente ao consumo elétrico de um lar durante 44 anos.

 

Geração de emissões

Desde Molinos priorizamos a identificação e avaliação do impacto de todas as nossas operações no ambiente e buscamos gerir eficientemente as emissões de carbono dos nossos processos produtivos.

Emissões de CO2 diretas e indiretas  
  Totais emissões diretas (Ton CO2) Totais emissões indiretas (Ton CO2) Totais emissões MRP (Ton CO2) Índice de toneladas CO2 emitidas por toneladas produzidas (Ton CO2/ton)
2013

257.074

97.675

354.748

0,07

2014

252.612

86.708

339.320

0,07

 

* Emissões provenientes do consumo de combustíveis fósseis (gás natural, gasóleo e fuel oil).
** Emissões provenientes do consumo de energia elétrica de rede pública.

 

Embora o consumo de gás aumentasse em 16% houve uma redução superior a 50% em GLP, gasóleo e fuel oil.  As plantas de Molinos consumiram 6% menos de energia elétrica respeito de 2013. Essa eficiência energética produz num ano uma economia de 4% do total de emissões de CO2 das plantas de Molinos.

Devido a geração própria de energia a partir do uso de combustíveis alternativos de biomassa, evitamos emitir 54.904 Ton CO2.